Pandemia da covid-19 causa a suspensão de oito Campeonatos Estaduais

Por

Pandemia da covid-19 causa a suspensão de oito Campeonatos EstaduaisEnquanto a Federação Paulista de Futebol (FPF) se organiza nos bastidores para transferir as partidas do Campeonato Paulista para outro Estado, pelo Brasil afora a suspensão de torneios regionais por causa pandemia da covid-19 já afeta oito competições. Sete disputas estão paralisadas totalmente e uma de maneira parcial.

A paralisação total afeta, além de São Paulo, seis outros Estaduais: Acre, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás e Tocantins. Por outro lado, desde a semana passada duas competições foram retomadas. Santa Catarina já retomou o torneio e Rondônia recebeu a liberação do governo estadual para movimentar seu campeonato no próximo fim de semana.

No Paraná a suspensão só não é completa por causa das prefeituras de algumas cidades do interior. Em Curitiba está proibida a realização de jogos e treinos, mas algumas cidades autorizam as atividades.

O Londrina, por exemplo, está impossibilitado de jogar na própria sede e transferiu nesta quarta o jogo contra o Azuriz para o município vizinho de Arapongas. Até agora, o Estadual realizou somente sete partidas e duas equipes ainda não conseguiram estrear por causa das repetidas suspensões de jogos.

O Distrito Federal manteve o campeonato até o limite com a mesma tática pretendida por São Paulo: fazer partidas em outros Estados. O "Candangão" não podia realizar jogos em Brasília por causa de um decreto do governo local e passou a mandar partidas para cidades próximas em Minas Gerais e Goiás.

No entanto, o torneio ficou inviável depois de o governo goiano proibir a realização de atividades esportivas. Para completar, em Minas Gerais a decisão foi de vetar apenas partidas entre times de outros Estados. Essa mesma restrição, aliás, foi a responsável por suspender o encontro válido pelo Paulistão entre São Bento e Palmeiras, previsto para ser disputado nesta quarta.

Em entrevista ao canal SporTV o presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, afirmou que a entidade tem trabalhado para arrumar um destino para as partidas do Estadual agendadas até 30 de março, data em que termina a fase emergencial em São Paulo.

"Estamos estudando com cautela a alternativa de jogar em outros Estados. Só após estar ajustado com prefeitos e governadores é que daremos esse passo", disse Bastos. O dirigente afirmou que vai insistir bastante para retomar o Estadual. "O futebol procurou o governo e o Ministério Público várias vezes. Esgotamos qualquer forma de diálogo. A Justiça é a última opção, só quando não houver mais caminho."

Confira mais Notícias

Esporte

Vitória/ES

Vitória recebe Copa Brasil de Marcha Atlética neste domingo (18)

Esporte

Anchieta

Copa Guri Nacional reúne 800 jovens atletas em Anchieta

Esporte

Itapemirim

Itapemirim abre inscrições para Corrida do Monte Aghá

Esporte

São Paulo

Seleção Capixaba disputará fase nacional da Taça das Favelas em São Paulo

Esporte

Cachoeiro de Itapemirim

Beira Rio tem programação esportiva especial para as férias de janeiro

Esporte

Itapemirim

Viva Esportes encerra temporada 2023 com torneio de Futvôlei

Esporte

Itapemirim

Corrida Rústica "O Frade e a Freira" atraiu a participação de centenas de atletas

Esporte

Estado

Seleções capixabas disputam fase nacional da Taça das Favelas de futebol em São Paulo