Vereadores de Marataízes irão aumentar o valor do Ticket Alimentação dos servidores da Câmara

Por

O Jornal

O presidente Willian Duarte falou sobre o projeto de reajuste no ticket alimentação, que após aprovação passará a ser de R$ 1.500,00

Um projeto de Lei Complementar tratando do aumento do valor pago no ticket alimentação dos servidores do Poder Legislativo de Marataízes foi lido na sessão desta terça-feira, 5, e teve o apoio de todos os vereadores presentes.

O projeto é uma proposta de autoria da Mesa Diretora da Casa e irá contemplar todos os servidores efetivos e contratados.

O aumento previsto é de 25% sobre os valores vigentes aplicados, que atualmente é de R$ 1.200,00 reais mensais com o benefício. Com o aumento proposto, este valor chegará a R$ 1.500,00/mês.

 Na justificativa, o presidente da Câmara, vereador Willian Duarte, disse que este será o segundo aumento concedido de forma consecutiva, lembrando que no ano passado, primeiro ano desta sua passagem no comando do Legislativo, elevou o valor de R$ 1 mil reais para os atuais R$ 1.200,00.

“Entendemos que este é um reconhecimento justo aos nossos servidores, que não medem esforços para que todos os serviços da casa sejam cumpridos de forma exemplar e com muita dedicação. Já havíamos aumentado o valor no ano passado e neste ano estamos novamente aumentando, bem acima da inflação registrada (Enquanto o reajuste, que elevou o valor do ticket em R$ 300, representou um aumento de 25%, a inflação acumulada em 2023 foi de 4,62%).  

Willian também aproveitou que a sessão estava sendo transmitida ao vivo pelo facebook para falar com os internautas que assistiam, mais precisamente aos servidores municipais, explicando que o aumento tratado na sessão diz respeito apenas aos servidores da Câmara.

“Este aumento, quando aprovado, valerá apenas para os servidores do Poder Legislativo, onde sou o ordenador de despesas. Não podemos aqui determinar que o Poder Executivo conceda o aumento no benefício para seus servidores. A Lei nos impede de criar despesas para o Poder Executivo. Isto cabe á prórpia administração municipal. O que nós podemos fazer, e já foi feito pelo vereador Cleverson Maia, é fazer uma indicação com esta proposta ao prefeito. Ele que pode preparar um projeto com esta finalidade e enviar para a Câmara. Caso assim ele faça, o projeto chegando aqui, se estiver todo dentro das formas legais, nós iremos aprovar sem nenhum problema”, garantiu o presidente, que finalizou dizendo que “Os servidores municipais são nosso maior patrimônio”.

Seguindo os trâmites da Câmara, o Projeto de Lei Complementar, após ser lido na sessão ordinária deste dia 5, deverá retornar já na próxima sessão, dia 12 de março, quando será votado e certamente aprovado pelo plenário.

Confira mais Notícias

Política

Piúma

Câmara de Piúma derruba três vetos do prefeito Paulo Cola

Atos Antidemocráticos

Vitória/ES

Advogados pedem ao STF transferência de Capitão Assunção para presídio do Corpo de Bombeiros

Política

Vitória/ES

Coser acusa prefeito de Vitória de má-fé na divulgação de informações e plágio

Política

Anchieta

Decisão Judicial suspende votação de contas de Marquinho Assad na Câmara de Anchieta

Política

Itapemirim

PSOL de Itapemirim contesta nota publicada por ex-prefeito nas redes sociais - "Não há nenhuma possibilidade

Política

Vitória/ES

Ales retoma trabalhos legislativos na segunda (5)

Política

Itapemirim

Republicanos de Itapemirim realiza encontro para posse de novo diretório nesta sexta (26)

Política

Anchieta

Vereador Edinho abre discussão para implantação de um Polo Industrial de Anchieta