Governadores do Nordeste compram vacina por preço menor que Ministério da Saúde

Por

Os governadores que integram o Consórcio Nordeste esperam fechar nesta sexta-feira (12) o contrato para a aquisição de 39 milhões de doses da Sputnik V, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Rússia, por um preço inferior ao que será pago pelo Ministério da Saúde. Segundo o presidente do consórcio, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), o Consórcio pagará US$ 9,95 por cada dose, adquirindo as 39 milhões de doses previstas, enquanto o Ministério da Saúde desembolsará US$ 13 dólares por unidade até limite de 10 milhões de doses.

Em entrevista à CNN Brasil, Dias destacou que o “desconto” foi possível pelo fato dos estados do Nordeste abrirem as negociações com o laboratório russo Gamaleya no ano passado. Já o governo federal teria demorado para tentar comprar as vacinas. Segundo ele, o cronograma de entrega das vacinas começam “a partir de março e abril, até junho, e chega a 26 milhões de doses. Em agosto, chega a 39 milhões, a US$ 9,95 [a dose] (cerca de R$ 55), um preço compatível”.

Em meados de janeiro deste ano, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que já vinha promovendo uma articulação internacional para que o Brasil possa adquirir o maior número possível de doses de vacinas contra a Covid-19, se reuniu com o diretor do Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF), Kirill Dmitriev, responsável pelo financiamento e desenvolvimento da Sputnik

“Hoje está tudo pronto entre o fórum dos governadores do Nordeste e o Fundo Soberano da Rússia, que tem para a entrega vacinas prontas, não mais aqueles 50 milhões que a gente tinha, mas 39 milhões, que é um bom número para a realidade brasileira”, disse Dias à CNN. 

“A partir daí, garante um cronograma que entrega vacina a partir de março e abril, até junho, e chega a 26 milhões de doses. Em agosto, chega a 39 milhões, a US$ 9,95 [a dose] (cerca de R$ 55), um preço compatível. Buscamos o ministro [Eduardo] Pazuello e colocamos que vamos fazer o contrato. E, se fizermos, quem está pagando são os estados", disse. 

"O ministério pode firmar um contrato nesta compra e [planejam] como essas vacinas venham para todo o plano nacional estratégico. E o ministro Pazuello prontamente assegurou o posicionamento para a compra das vacinas. E está previsto para hoje, junto com o fundo russo, o fechamento desta compra. O ministério comprando, ele paga. O ministério não comprando, nós firmamos o contrato e pagamos”, completou. 

A vacina Sputnik V ainda não foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas o laboratório Gamaleya busca a obtenção de autorização emergencial para o uso do imunizante no Brasil.

Confira mais Notícias

VACINAÇÃO

Cachoeiro de Itapemirim

Novo Dia D de vacinação Cachoeiro aplicou mais de 2,1 mil doses contra gripe e outras doenças

VACINAÇÃO

Estado

Dia D de vacinação contra Influenza acontece neste sábado (13)

VACINAÇÃO

Anchieta

Anchieta continua com campanha de vacinação contra gripe

VACINAÇÃO

Cachoeiro de Itapemirim

Secretaria de Saúde realiza campanha de multivacinação em escolas de Cachoeiro

VACINAÇÃO

Estado

Pouco mais de 1,5 milhão de capixabas participam da vacinação contra gripe

VACINAÇÃO

Estado

Região Metropolitana de Saúde inicia vacinação contra a dengue

VACINAÇÃO

Brasil

Brasil inicia vacinação infantil contra a dengue

VACINAÇÃO

Estado

Vinte municípios capixabas receberão as primeiras doses de vacina contra dengue