Coser acusa prefeito de Vitória de má-fé na divulgação de informações e plágio

Por

Redação

Para o deputado, prefeito se apropria de forma indevida de ações das gestões anteriores

A divulgação de dados do Censo Demográfico 2022 em relação ao saneamento básico, na última sexta (23), indicando Vitória como a capital com melhor cobertura da rede no país, foi destaque na fala do deputado João Coser (PT), na sessão desta segunda (26), na Assembleia Legislativa.

O parlamentar comemorou o bom resultado do levantamento, o primeiro realizado desde a conclusão do Programa Águas Limpas em 2012. Entretanto, Coser criticou a ação do prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini (Republicanos), “que tem divulgado com pompa e circunstância o que não é dele”. Para João a atitude do prefeito se assemelha a um plágio.

Coser lembrou que colocar Vitória em condições de coletar e tratar 100% do esgoto partiu de um desejo seu, enquanto gestor. E que, para isso, dialogou com a população e buscou apoio dos Governos do Estado e Federal, citando os governadores Paulo Hartung e Renato Casagrande e o presidente Lula. “O diálogo abre portas e janelas de oportunidades. E isso ninguém tira do nosso governo, que foi feito a muitas mãos. Vitória não vivia uma autocracia. Era democracia, com todo mundo junto, trabalhando pela cidade. As decisões eram tomadas em conjunto com a população e com muito diálogo”.

R$ 1 bilhão em investimentos
Naquela época, Vitória só tinha 46% de cobertura da rede de esgoto. “E com nossas parcerias fizemos 281 quilômetros de rede de esgoto. Ampliamos a estação de tratamento de esgoto de Mulembá, em Joana D’arc, e construímos uma nova estação de tratamento de esgoto no bairro Estrelinha. Foram aproximadamente R$ 1 bilhão em investimentos. R$260 milhões só com recursos da gestão municipal”, destacou João Coser.

Para João, o atual prefeito, teve uma atitude antiética ao sugerir, em uma publicação nas redes sociais, que o trabalho dos três últimos anos em Vitória foi o que permitiu a cidade ser a capital com o melhor saneamento básico do país. “Não faça isso, senhor prefeito. A verdade está registrada na história!”, afirmou o deputado apresentando no telão da Assembleia o recorte da publicação da Prefeitura de Vitória, de 03 de agosto de 2012, com uma matéria sobre a conclusão do Programa Águas Limpas.

João Tatu
Finalizando, João lembrou o desgaste que a realização das obras do Programa Águas Limpas causaram. “Não foi fácil. foi um processo que causou desgaste e transtornos por causa das intervenções. Me chamaram de João Tatu, mas prefiro ser alguém que pega na enxada a ser um orador que gosta de se aproveitar da conquista dos outros para se promover”.

Confira mais Notícias

Política

Cachoeiro de Itapemirim

Prefeito de Cachoeiro pede retirada de projeto que tratava de empréstimo enviado à Câmara

Política

Marataízes

Tininho irá enviar Plano de Carreira dos servidores da PMM para votação na Câmara

Política

Marataízes

Câmara de Marataízes tem sessão meteórica de apenas 12 minutos

Política

Cachoeiro de Itapemirim

Ricardo Ferraço participa de discussão sobre desenvolvimento econômico da Região Sul nesta segunda, em Cachoeiro

Política

Piúma

Câmara de Piúma derruba três vetos do prefeito Paulo Cola

Política

Marataízes

Vereadores de Marataízes irão aumentar o valor do Ticket Alimentação dos servidores da Câmara

Atos Antidemocráticos

Vitória/ES

Advogados pedem ao STF transferência de Capitão Assunção para presídio do Corpo de Bombeiros

Política

Anchieta

Decisão Judicial suspende votação de contas de Marquinho Assad na Câmara de Anchieta